20.7.04

"Agricultor Instruído" 1

«Das enfirmadades das arvores, e seus remedios
Se as arvores enfermarem por terem demaziado fruto (diz Escocio famoso Ortelaõ Grego) que faraõ huma capella de avêa com suas raizes, e a poraõ à roda do tronco da arvore, ou tomeraõ caranguejos do mar, e os poraõ no contorno do tronco; e os apertaraõ com uma pasta de chumbo.
Se as flores, e folhas cahirem da arvore, lhes lançareis nas raizes, cavada primeiro mui bem a terra, palha de faveiras desfeita com agua.
Se alguma arvore estiver enferma, lhe regareis as raizes com borras de azeite misturadas com agua partes iguaes, ou com borras de vinho velho, ou agua cozida com tremoços.
Guardareis as arvores de qualquer damno, que lhes póde sobrevir, regando-lhe as raizes com fel de boi, e tornando-as a cobrir, ou tomando palha de favas, e outros legumes, misturada com a de trigo, se fará o que assima fica dito.
Guardareis as arvores da pulilha, bichos ou lagartos, plantando cebolas albarrans em contorno das ditas arvores, e pondo-lhes da mesma sorte raminhos de pinho, cahiraõ os bichos, ou untareis com fel de boi a raiz da arvore.»

In Agricultor instruido com as prevençoens necessarias para os annos futuros, recupilado de graves autores e dividido em tres partes - Fr. Theobaldo de Jesu Maria. Lisboa : por Pedro Ferreira 1730. p.111-112

Numa altura em que a C.M. do Porto anda a abater as árvores da cidade que, segundo o estudo fitossanitário feito pela UTAD, se encontram doentes e maltratadas, fica aqui esta sugestão de um tratamento alternativo ao abate sistemático.
Eu vou já solicitar no café da esquina que me guardem a água de cozer os tremoços e nas férias que se avizinham já está na minha lista de prioridades "colher bolbos de cebolas-albarrãs (Urginea maritima)"!

Para quando o acesso a esse tão importante e inovador estudo fitossanitário sobre as árvores do Porto? Porque desprezar por completo a opinião pública e não anunciar devidamente os abates de árvores previstos? Mais cortesias do progresso...

Sem comentários :