16.7.04

«I willingly confess to so great a partiality for trees as tempts me to respect a man in exact proportion to his respect for them.» - James Russell Lowell

1 comentário :

Maria Carvalho disse...

«Seria ridículo julgar condenáveis os defeitos dos animais, das árvores e de outras coisas mutáveis (...). Essas criaturas receberam (...) uma medida de perfeição tal que (...) realizam plenamente a sua pequena parte de beleza temporal, concedida, no seu género, às partes deste mundo. (...) Se a beleza desta ordem não nos agrada, é porque, inseridos no mundo como partes, em razão da nossa condição mortal, não podemos perceber o conjunto a que os pormenores (...) se ajustam com toda a harmonia e proporção. (...) É, pois, a natureza, considerada em si mesma e não segundo as suas vantagens ou os seus prejuízos a nosso respeito, que glorifica (...).»

Santo Agostinho, A Cidade de Deus