28.12.04

A faia pseudo-mutante


Fotos: ver 0412 - Jardim Botânico de Glasgow


Conversámos tanto sobre esta faia (à direita na primeira foto) que ela bem merecia o destaque de ficar sozinha na montra. Ficou a dúvida: coalescida ou mutante-regressiva? (Sabe bem enrolar na língua palavras como estas, atestados de sabedoria que obrigam quem as ouve a socorrer-se furtivamente do dicionário...) Indiscutível é que sofre de uma indefinição de personalidade que se traduz num fenómeno inédito em faias: tem algumas folhas normais, outras típicas do cultivar asplenifolia e, a julgar pela foto, outras intermédias entre essas duas formas.

À nossa correspondente em Glasgow (que está de visita ao Porto e tivemos o gosto de conhecer ontem pessoalmente) um muito obrigado por ter partilhado esta árvore connosco.

1 comentário :

bea disse...

Plantei um azevinho junto de uma cameleira e ele tem inúmeras folhas de camélia :) acho naturalíssimo.

Mas a faia de Serralves é extraordinária. E a foto também. Parabéns.