31.1.05

Árvores classificadas do Porto


Ao contrário dos edifícios históricos ou arquitectonicamente marcantes, as árvores ou jardins raramente são objecto de protecção especial; e, no entanto, no que toca à dignificação da árvore como elemento qualificador da paisagem e repositório de memórias de uma comunidade, Portugal possui um instrumento legal que o distingue pela positiva até no contexto europeu. Trata-se da declaração de interesse público, exarada em Diário da República, de árvores isolados ou maciços arbóreos «que pelo seu porte, idade ou raridade se recomendem a cuidadosa conservação». A possibilidade de uma tal classificação, que confere à árvore uma razoável protecção legal, foi criada pelo Decreto-Lei n.º 28468 de 15/02/1938 - e, por mérito da Direcção-Geral das Florestas (DGF), que a tem divulgado através de brochuras e folhetos, tem sido amplamente reavivada nos últimos anos. ( mais informações )

Qualquer pessoa pode propor à DGF a classificação de árvores - mas, para que o pedido seja aceite, há vários requisitos a satisfazer: as árvores em causa têm que ser de algum modo notáveis, estar de boa saúde, e não apresentar aleijões devidos a maus tratos ou acidentes; e o seu proprietário tem que concordar com a classificação.

Em Janeiro de 2004, e no âmbito do nosso trabalho na associação Campo Aberto, submetemos (os três autores deste blogue) à DGF um pedido de classificação de 11 conjuntos de árvores no Porto. Nessa altura, só cá existiam quatro árvores classificadas. Soubemos há dias que, com excepção de duas árvores (uma por dela não se conhecer o dono, a outra porque o seu local de implantação a não favorece), todas as nossas candidatas foram aprovadas, e a sua classificação promulgada em Diário da República (II série, n.º 6, 10/I/2005). Foi ainda publicada no mesmo DR a classificação de outras árvores propostas anteriormente pelo NDMALO (conjuntos 7 e 9, na listagem abaixo).

Com isto, passámos no Porto de 4 para 242 árvores classificadas: um verdadeiro salto de gigante.

AS NOVAS ÁRVORES CLASSIFICADAS
.
1 e 2 - Avenida de Montevideu



Metrosideros excelsa (33) + (55)

3, 4; 5 e 6 - Jardim do Passeio Alegre

................................................................Metrosideros excelsa (2)

Phoenix canariensis (63) ...................... .Araucaria heterophylla (28)

7 - Praça de Pedro Nunes

...................................................Liriodendron tulipifera (4)

8, 9 - Jardim da Cordoaria



Araucaria bidwillii (1) ............. Platanus orientalis var. acerifolia (37)

10, 11 - Jardim das Virtudes e Largo do Viriato

...................................................Ginkgo biloba (1)

Jacaranda mimosifolia (1)

12 - Jardim de S. Lázaro

...........................................................Magnolia grandiflora (12)
Fotos: mdlramos

22 comentários :

Anónimo disse...

Hip, Hip, Hurra!
S. (de Sementinha ;-)

Mário disse...

São óptimas notícias! Ainda bem que há alguma coisa boa para festejar!
Nutro um carinho muito especial pela menina do Largo do Viriato.

Anónimo disse...

Ufa! Ainda bem que há mais pessoas neste Mundo que se importam com as árvores! Ainda bem que cá no Porto há mais do que aqueles cujas acções apenas contribuem para destruir este património verdadeiramente vivo.
Fico mesmo muito contente que alguém tenha mostrado interesse em proteger estas árvores, elas precisam urgentemente de protecção, ou em breve apenas teremos plantadas aos Deus-dará aquelas árvores-estaca minúsculas, consideradas 'artísticas' por toda a cidade, em vez destas belas árvores frondosas que ao longo de muitas primaveras conquistaram o lugar que hoje ocupam.
Obrigado, também, por publicitarem esta forma de tornar as árvores legalmente protegidas. Não sabia da sua existencia até hoje!

Muito obrigado, em meu nome, em nome das árvores e em nome daqueles que delas gostam.

Torquato da Luz disse...

Um abraço de felicitações. No meio da "apagada e vil tristeza" em que o País vive, notícias como essa dizem-nos que vale a pena continuar a lutar.

Sonia F. disse...

Muitos parabéns pela vossa conquista. É muito importante para todos nós.

António Viriato disse...

Parabéns, pelo excelente trabalho desenvolvido, verdadeiro exercício de cidadania, que há-de servir de exemplo para futuras acções na defesa do ambiente em outros lugares, por esse país fora.

Bem hajam, pela benemérita iniciativa.

Anónimo disse...

Parabéns pelo sucesso da iniciativa. Ficamos todos mais ricos com a certeza de que estas árvores poderão ser mais protegidas e assim continuarem a nos alegrar os dias.

Anónimo disse...

Parabéns a todos! E muito obrigada pelo vosso esforço. Continuação de bom trabalho. :)
DK

Anónimo disse...

Nutro uma especial paixão pela Jacaranda Mimosifolia, dado ter morado perto da apresentada na fotografia, além da beleza e da cor que me alegrava os dias, a serenidade e a luta contra a solidão expressa a imponência desse ser tão vivo! De mais paixões poderia falar como a Magnolia Grandiflora que me regala e me transcende........ Mas não vos maço, felizmente alguém faz algo de bem! Vão dando notícias! Um gigantesco bem-haja!

SCardoso

Anónimo disse...

:) Parabéns e obrigado por esta entrada e pelo vosso trabalho de promoção da classificaçao destas árvores notáveis.

De todas, eu que sou um forasteiro no Porto, nutro tambem uma especial admiração pelo Jacarandá!

Cumprimentos,

João Gomes (vistas)

Angela disse...

Parabéns e OBRIGADA! Fico à vossa disposição para o que precisarem, na ajuda à protecção destes maravilhosos seres vivos.

Anónimo disse...

Obrigada por todas as árvores centenárias agora finalmente classificadas graças sem dúvida à vossa acção determinada por uma convicção genuína e apoiada numa pesquisa rigorosa.Bem hajam.
Manuela Oliveira

Joao Soares disse...

Ola amigos
Comprovam que com determinação, muito esforço e um bom trabalho de equipa se atinge os melhores resultados.
Parabens pela vossa conquista.Salvar um património que é de todos nós.
Um grande abraço em campo aberto
BioTerra

Anónimo disse...

Estava à espera que houvesse mais comentários mas este sistema é realmente pouco amigável para os mais comodistas ou informaticamente "tímidos"...
Bom trabalho - é com imensa satisfação que vejo todo este processo concluído.
HVB

Anónimo disse...

O NDMALO, Nucleo de Defesa do Meio Ambiente de Lordelo do Ouro, fundado em 1978, obteve em 1981 a classificação de uma árvore, vindo desde então a tentar que os serviços reconhecessem a existência de outras arvores merecedoras de classificação no Porto.
As arvores recentemente declaradas como de interesse foram submetidas num processo de quase 100 arvores em 1999.
Só em 2005 algumas foram classificadas, muitas já cortadas não tiveram esta sorte.
Em todo o caso, na lista falta ainda um Cedro do Atlas, Um liriodendro e um plátano na Rua do Campo Alegre em Massarelos. Casa do Professor.

susana disse...

Embora não conheça o Porto, fico muito satisfeita com este acontecimento, que me faz ficar alerta para este tipo de iniciativas que qualquer cidadão comum pode fazer e alertar para que estas conquistas sejam cada vez mais

Robson Freire disse...

Olá!
Seu site, com as informações que você colocou está MARAVILHOSO!!!
PARABÉNS!! Sou Técnico Agrícola, com atuação específica em Meio Ambiente. Adoro Botânica, especialmente sistemática.
Também gostei muito dos seus links para estatísticas do site.
Posso lhe recomendar um?
Veja e inclua:
http://www.geo-loc.com/

Um grande abraço!!!

:::Lu::: disse...

Bom dia,
antes de mais parabéns pela iniciativa!
Colocou apenas o nome científico das árvores... não têm nome "comum"? um nome mais simples?
Vou fazer um cartaz sobre árvores do Porto e distrito com alunos do segundo ano. É muito complicado para eles utilizar nomes científicos. Pode me ajudar?
Obrigada

manueladlramos disse...

Viva Lu
O nome vulgar/comum destas árvores até não é assim tão diferente do científico. E pode ser encontrado na imagem do Diário da República que publicámos junto às fotos. De qualquer modo aqui fica disponível no comentário:
Metrosideros excelsa- Metrosídero
Phoenix canariensis - Palmeira das Canárias
Araucaria heterophylla- Araucária de Norfolk
Liriodendron tulipifera- Tulipeiros
Araucaria bidwillii-Araucária da Austrália
Platanus orientalis var. acerifolia- Plátanos
Ginkgo biloba- Ginkgo
Jacaranda mimosifolia - Jacarandá
Magnolia grandiflora - Magnólia
Bom trabalho

Teresa M.C. disse...

Boa tarde.
Existem passeios a estes jardins,com guia, onde haja explicação acerca das árvores?
Obrigada

Paulo Araújo disse...

Nós não fazemos tais visitas, e que se saiba ninguém as faz com regularidade. Contudo, a associação Campo Aberto (email: contacto@campoaberto.pt) organizou, há dois ou três anos, algumas visitas a jardins históricos do Porto, e não é improvável que volte a fazê-lo.

Unknown disse...

Ora viva

Além da Campo Aberto, também com carácter não regular o projecto Futuro - 100 000 árvores (Centro Regional de Excelência em Educação para o Desenvolvimento Sustentável da Área Metropolitana do Porto (CRE.Porto)), também organiza visitas. Estas podem ser consultadas aqui:
http://www.100milarvores.pt/p/agenda.html

Cumprimentos,