26.3.05

Soneto com árvores


Foto da maquete incluída na revista Visão de 24/III/2005

Duas quadras e dois tercetos, com versos de cinco árvores cada, compõem um soneto escrito com árvores por Fernando Aguiar no Bairro da Seara em Matosinhos. A rima é feita da alternância de exemplares, de porte variado, de 10 espécies nacionais: amieiros, azevinhos, bétulas, carvalhos, cerejeiras, ciprestes, juníperos, pinheiros, sobreiros e ulmeiros. Quando os arranjos estiverem concluídos, com o arrelvamento e caminhos de pedra para os visitantes, as 70 árvores já plantadas embelezarão um terreno rectangular, inclinado para melhor se ler o soneto. Quem diria que nos viríamos ainda a maravilhar com um poema vegetal...


Foto: pva 0503 - Soneto visto da última linha

4 comentários :

Anónimo disse...

Que ideia original(boa para o Parque dos Poetas em Oeiras). Já tinha pensado ir visitar, assim fica para quando nascer a relva.
S (de Sementinha ;-)

Carla de Elsinore disse...

que belíssima ideia, não tinha reparado na notícia.

Anónimo disse...

Felizmente que vai havendo gente com sabedoria. Há que divulgar a ideia. Boa Páscoa. Octávio Lima (ondas2.blogs.sapo.pt)

miguel disse...

APROVO COMPLETAMENTE.Dá vontade de me mudar do Chiado para Oeiras.