21.8.05

Jardins


Foto: pva 0506 - Nymphaea caerulea

«As casas que os possuíam vão sendo substituídas por outras construções e cada palmo de terra anda tão valorizado que é difícil encontrar quem o defenda para domicílio de uma planta. (...) A sensação de beleza, o sentimento de perfeição que residem na harmoniosa arquitetura das flores são lições para a vida humana. Pudéssemos ser também assim, tão exactos como as flores em suas pétalas, tão silenciosos na realização de um destino impecável, e tão prontos para morrer no momento justo! (...)

Tudo isto me ocorre porque estou diante de uma flor. De uma simples flor, fiel à sua genealogia, à sua linguagem, ao seu prazo de vida. (...) Assim estou (guardadas todas as distâncias), diante da minha flor solitária, que resume, na sua simples presença, muitos ramos, muitos jardins, muitos campos floridos. E contemplo-a com muito amor, porque amanhã certamente já teremos outro rosto; e ela não sabe, mas eu sei o que é sobre qualquer rosto, a passagem de cada dia.»

Cecília Meireles, Folha [de S. Paulo], 1964

5 comentários :

A. Barreira disse...

Todos os dias passo por aqui. Parabéns

Eduardo disse...

Grande foto...

al-Farrob disse...

Bem, este blog tem umas fotos esplêndidas!!

Anónimo disse...

nunca foi às ilhas ver as àrvores que por lá andam ?

Maria Carvalho disse...

Sim, e tem razão, são muitas as árvores das ilhas que merecem destaque aqui. Não estão esquecidas.