19.11.05

Calçadas no Outono

.
...

Responda se souber: Qual é a calçada mais "amiga do ambiente"?

Publicado também nos ALIADOS

4 comentários :

ver disse...

a que deixa respirar melhor a terra.

a que deixa em aberto a possibilidade da vida acontecer nas "entre-pedras".

a mais natural, a mais versatil, a mais economica, a mais estimulante, aquela que escolhemos quando usamos o cerebro para pensar.

"sim, mas estraga-se mais depressa" pensarao alguns. isso nao e' estragar, isso e' envelhecer, mudar, "cambiar", ser organico, elastico, permeavel, tolerante.

"sim, mas e' menos estetica". eu nao estou a falar de estetica imediata. estetica imediata e' a arrogancia pseudo-intelectual de quem desperdica o uso cerebro em funcao do imediato. de alguem que nao ve alem do visivel. muitos arquitectos esquecem-se que o cerebro tb tem olhos, as maos tb tem olhos, o coracao tb tem olhos. trabalham para as iludencias. o que eu gostava de ver era um arquitecto construir uma cidade para cegos. uma cidade organica, funcional e bonita. como seria essa cidade, conseguem imaginar?

diz o povo, e bem, que os olhos sao a janela da alma. os olhos sao quase mais uteis para espreitarmos para dentro do outro do que para o dono dos olhos olhar para fora. os olhos sao importantes claro, por algum motivo sao um dos "acontecimentos" mais fascinantes da historia evolutiva. mas os olhos tb sao mentirosos. usar os olhos sem usar o cerebro e' desperdicar ambos, os olhos e o cerebro.

ha' um livro de Stewart Brand que se chama
"How Buildings Learn: What Happens After They're Built"

quem diz buildings diz pontes, torres, calcadas, ruas, etc.
este livro fascinante fala-nos da "historia e evolucao natural" dos edificios.

uma sugestao... a Campo Aberto podia comprar uma copia e oferecer aos arquits da camara do porto.
http://www.amazon.com/gp/product/0140139966/102-0140115-7630509?v=glance&n=283155&v=glance

PS: vejo uma sombra da torre dos clerigos em miniatura na fotografia da direita. ou melhor, ve-a a faceta mentirosa dos meus olhos ;-)

manueladlramos disse...

;-)
Boa Ver, a tua resposta vale por mil!

Lá nos Aliados um comerciante comentou que não entendia como é que puseram assim uma calçada tão cimentada, e que na altura das chuvas a água não tendo por onde se infliltar iria escolrrer pela Avenida abaixo!

Anónimo disse...

a mais amiga do ambiente nao é necessariamente a mais bonita.
e sao coisas diferentes
a forma de as colocar pode ser igual, ou seja, sem cimento.
a calçada "portuguesa" como chamam nao é caracteristica do norte.
é calcário e no norte nao ha calcário

Anónimo disse...

A ler: Do Sul nem boa árvore nem bom pavimento