20.12.05

Tom de Natal

Tradicionalmente o Pai Natal é gentil, benevolente, generoso, alegre e bem-nutrido, de barba longa imaculada onde se aninham as crianças. Pouco fala: só se lhe conhecem as risadinhas cândidas (ho-ho-ho) de satisfação pelo dever cumprido. Os óculos redondinhos alimentam a lenda dos muitos dias e noites passados em trabalho minucioso a preparar prendas. Veste-se de vermelho, como bispos e papas, com um barrete de pijama rematado por um pompom branco a fazer as vezes da mitra. Poderes mágicos explicam as suas proezas: apesar de barrigudo, desce pelas chaminés sem dificuldade; idoso que nunca morre, eternamente imune aos achaques da idade, precisa apenas de cerca de uma hora numa só noite para distribuir ofertas a todas as crianças, usando para isso oito renas voadoras; no resto do ano, vive feliz rodeado de gelo e de ursos.

É claro que as representações do Pai Natal têm acompanhado os tempos. Em meados do século XX, as imagens davam-no no Pólo Norte, local puro, levando vida de artesão dedicado ao fabrico manual dos brinquedos. Hoje em dia, muitas cartas que lhe são endereçadas vão para os países nórdicos, locais com elevada qualidade de vida e por isso merecedores da sua preferência. Ganhou família e numerosos gnomos que, embora não o vendo como patrão, o ajudam a fabricar brinquedos cada vez mais sofisticados tecnologicamente. As renas já têm nome e juntou-se-lhes uma nona, de narizinho vermelho constipado.

Algumas plantas associam-se à festa florindo agora e justamente de vermelho. Como este Leptospermum scoparium da Quinta de Sto. Inácio: a variedade que encontrámos em flor no Verão dá pétalas cor-de-rosa; a da foto, ciente da falta de cor no Inverno, e da quadra, não poupou na tinta vermelha.


Foto: pva 0512

4 comentários :

cris(nuvemlilas) disse...

Outono é a minha estação do ano preferida. Os tons de azul do céu nesta época do ano, são fabulosos, são frios, mas tem um brilho diferente, meio prata, acho que só a natureza para ser perfeita a ponto de encontrar a tonalidade certa para nos deixar feliz.
Agora, deste outro lado do Atlântico, sem outono e sem inverno, curto as imagens que vocês publicam. :)

Ah, e que várias estrelas "cadentes" caiam neste Natal na cabeça de certos arquitectos, talvez abrindo, entre lá qualquer coisinha mais feliz. ;P
Um Feliz Natal a todos vocês do blogue, com muita paz, saúde e felicidades.
Cris.

Anónimo disse...

felizes...
cris(nuvemlilas)

admirador disse...

?..?..?.?.;*.
.???....:**_+
..???...«+::*:-
..??.?. ^:*+~+
..?.?. # ª;++:.^":
..??..*+; ;;+~;, *
.?.. ºº;;:+*- -*::++
..?.+**;;;-+ºº::+::*+
..?º;--::º :ª ++..«+.&«
..%«;;-_+»:.::z"..*:~»»
.Bom Natal e Bom Ano

Carla de Elsinore disse...

Bom Natal e Bom Ano para todos.

Beijos & Abraços de Elsinore