25.1.06

A nudez forte


Parque de Serralves / Serralves Park
Exposição / Exhibition: A nudez forte / Fierce nudity
Comissário / Curator: F.Rio d'Hiver
Horário de abertura / Opening hours: terça a domingo / tuesday to sunday - 10h00-19h00
Até / Until: sabe Deus quando / God knows when

Assumindo a ruptura com o conceito tradicional de árvore, questionando o estereótipo das copas pejadas de folhas, esta exposição propõe um lúdico e inovador exercício de transparência como contraste à opacidade primaveril.

By rejecting the tradicional concept of tree and thus questioning the stereotype of leaf-ridden crowns, this inovative exhibition sets up a playful exercise in transparency as opposed to spring-like opaqueness.

6 comentários :

Anónimo disse...

;-)
é pena que a foto esteja tão alta que nem cabe no meu ecran
S. (de Sementinha ;-)

Eduardo disse...

:-D

Roberto Leite disse...

muito interessante esta exposição! Para mim as árvores são seguramente lugares onde a Arte habita, existe e manifesta-se. E como ensina Simon Schama, uma árvore nunca é apenas uma árvore.

Roberto Leite disse...

ps. gostaria de saber mais sobre ela se for possível.

Paulo Araújo disse...

O que se vê na minha foto são as faias de um bosquete em Serralves (por acaso o meu local favorito em todo o parque). As faias estão lá, mesmo despidas são um espectáculo a não perder, e o horário de abertura do parque é esse que indiquei. Tirando isso, a exposição de facto não existe - foi uma brincadeira a imitar o estilo dos anúncios bilingues com que a Fundação de Serralves divulga as suas exposições.

Roberto Leite disse...

bem, mesmo assim o título é sublime.