7.4.06

Bicos-de-papagaio


Lotus berthelotii

Um mau jeito ao vestir as meias ou a calçar os sapatos e ui!... lá se desarranja um músculo, antes um desconhecido, que num instante se torna essencial para se andar sem amparo. A expressão bicos-de-papagaio bem se ajusta a tais desconfortos dada a agudeza das dores que os acompanham. Mas nesta semana e até ao início do Verão há outros bicos menos penosos para apreciar: as floreiras penduradas em algumas ruas do Porto, como na Praça Carlos Alberto, têm exemplares de Lotus berthelotii, uma Leguminosae originária de Tenerife quase desaparecida no seu habitat natural porque os colibris, que as suas vistosas flores vermelhas atraíam, se extinguiram; as sobreviventes apelam hoje às abelhas para tal serviço.

Lotus é o termo latino para lódão usado para identificar algumas leguminosas; Marcelin Berthelot (1827-1907) foi um químico francês que se especializou na sintetização de substâncias orgânicas, negando o dogma de que estas podem ser apenas criadas por organismos vivos.

1 comentário :

inquieta disse...

Engraçado, no Brasil Bico de papagaio é uma planta commpletamente diferente. Um abraço
vera