18.4.06

Árvore da Páscoa e da Pascoela


aqui falámos desta espécie de Viburnum, chamando particularmente a atenção para as suas inflorescências em forma de coroa constituída por vistosas flores falsas com função meramente decorativa rodeando as flores férteis.
Este belíssimo Viburnum plicatum encontra-se numa ruela do Bairro das Campinas (perpendicular à av. Vasco da Gama). A sr. Florinda, sorrindo satisfeita quando lhe elogiei o nome, informou que lhe chamam simplesmente a "árvore-da-páscoa" porque floresce justamente nesta altura e isto há já uma vintena de anos.
Com a requalificação em curso no bairro, todos estes jardins e hortas estão a ser eliminados: tanto os mais ajeitados como os mais podões. As pessoas gostam dos arranjos levados a cabo nos prédios, e muitos até vêem com bons olhos o desaparecimento das couves, das casotas e dos vasos dos vizinhos. Os atingidos, todavia, lamentam não poder continuar a entreter-se nos pedacitos de terreno onde cresciam para além das couves, alfaces e outros primores, loureiros, árvores de fruta, japoneiras...
Esperemos que, quando 'limparem' o jardim ao requalificarem esta zona, preservem este belo exemplar !

Para mais informação sobre os viburnos - Las especies de Viburnum cultivadas en España , e em particular sobre esta espécie -Viburnum plicatum f. tomentosum 'Mariesii' ,Viburnum plicatum 'Shasta'

2 comentários :

Anónimo disse...

Infelizmente muitos "jardins" estavam transformados em depósitos de lixo ou sucata.
Infelizmente esta Câmara parece que não está interessada em desenvolver o programa das hortas que tinha sido lançado com sucesso pelo vereador Rui Sá no mandato anterior e que dava um uso socialmente útil a muitos destes espaços abandonados e degradados.

José Manuel

Manuela D.L.Ramos disse...

Pois estavam, infelizmente estavam (e outras são/eram autênticas jóias). Agora essa informação sobre o desinteresse no desenvolvimento do programa das hortas é que é desoladora ;-(