29.5.06

«essa árvore é perfeita

«essa árvore é perfeita

pena que as folhas são verdes
e caem, sujando minha ignorância
pena que as raízes são subterrâneas
e profundas - e eu tão superficial
pena que o tronco tem casca externa
pena que as flores não combinam
com a cor do novo carro que comprei
pena que, um dia, insatisfeito,
terei que cortá-la e não plantar outra no lugar
pena que os frutos são comestíveis demais
e atraem pássaros barulhentos e indesejáveis
pena que não dê sombra à noite
pena que não abane o rabinho
quando chego em casa
pena que cresça para cima
pena que produza oxigênio
pena que não seja de ferro, plástico e papel celofane
pena que o perfume das flores seja apenas aroma

pena que seja apenas uma árvore»


Poema inédito de NICOLAS BEHR
(de seu próximo livro INICIAÇÃO A DENDROLATRIA)
obrigada, nikolaus!

2 comentários :

Alexandre Leite disse...

É mesmo isso! É mesmo isso que "eles" pensam, e é uma pena!

Lux disse...

maravilhoso poeta Nicolas Behr! =)