11.11.06

Expressões idiomáticas- castanha

.
«-Quebrar ou estalar a castanha na bôcca a alguem, fazer alguma cousa que causa ferro ou inveja a alguem.

-Tirar as castanhas do lume com a mão do gato, ou tirar as castanhas do lume sem se escaldar, fazer servir habilmente uma pessoa d'instrumento para chegar a um fim em que a propria pessoa correria risco ou inconveniente.

-Estar assando castanhas na quinta do Pegas, não ter real.»
in VIEIRA, Domingos Frei - Grande diccionario português ou thesouro da lingua portuguesa. Porto : Ernesto Chardron e Bartolomeu H. de Moraes, 1871-1874

Apesar de já aqui terem sido trancritas estas expressões, trago-as de novo à baila não só por ser hoje S. Martinho, dia em que por todo o lado se vão fazer magustos, mas também por, graças à Alexandra, ter ficado a saber na Seta despedida a origem de pelo menos a segunda frase-"Tirar castanhas do lume com a mão do gato"- pelos vistos ainda em uso no Brasil, e deduzo que também em França, na sua versão original "Tirer les marrons du feu".
Provem esta locução de uma das sempre edificantes fábulas do Sieur de La Fontaine: a história de Bertrand, o macaco, que convence Raton, o gato, a tirar umas castanhas assadas do fogo.
Quanto à quinta do Pegas...

5 comentários :

bettips disse...

Como já existem poucas festas "ecológicas", venham as castanhas e o vinho! Deliciosa a imagem. Abç

LFV disse...

Muito obrigado pelos "links" Manuela! Que novos caminhos, lugares, usos e costumes vou descobrindo com a sua ajuda. Bem haja!

Fatima Vinagre disse...

Não conhecia essa expressão, mas enquadra-se bem!

asn disse...

E há que ter em conta aquele "livrinho" da autora que também aborda esta problemática duma forma muito interessante.
E lá estão as castanhas!...

manueladlramos disse...

Obg pela vossa passagem e o sinal amigo que deixam.
Um abraço