20.3.07

Camélias em Celorico de Basto

- 24 e 25 de Março



Para terminar em beleza a temporada de 2007, realiza-se este fim-de-semana em Celorico de Basto a IV Festa Internacional das Camélias, que inclui, além da habitual exposição/concurso, um mercado onde se podem comprar camélias envasadas. A abertura ao público do evento é às 15h30 de sábado, momento em que também são divulgados os prémios atribuídos. Segue-se um Verde de Honra às 16h10. Às 16h45 tem início um Fórum de Camélias, moderado pelo Professor Fernando Catarino, com os seguintes temas e intervenientes:

  • As potencialidades da camélia na composição dos jardins contemporâneos - Prof. Luís Torres de Castro (UTAD);
  • Monografia da Camellia sinensis (planta do chá) - Prof. José Alves Ribeiro (UTAD);
  • Processamento genético da hibridação nas camélias - Prof. Gilberto Igrejas (UTAD);
  • A topiária nos jardins de Basto - Arq. Ângela Silva (UTAD).

No domingo há a partir das 10h00 um passeio (gratuito) aos famosos jardins de camélias topiadas do concelho, e às 13h00 começa um almoço/buffet (25 euros por comensal). Ambas estas actividades exigem inscrição prévia, e provavelmente já é tarde de mais para o fazer. Se ainda quiser tentar a sua sorte, contacte a Qualidade de Basto, E.M. pelo telefone 255 320 250.

7 comentários :

membio disse...

não sei se me podem ajudar... procuro plantar uma árvore ou então duas ou três:

1. já descobri o nome de uma vulgar, que é a ficus elastica, mas existe um híbrido que tem folhas brancas com estrias verdes que eu gostava de arranjar mas não sei o nome.

2. As populus, choupos, não percebo muito bem são aquelas que são comuns, mas tenho visto várias variedades, umas que são tipo cónicas que crescem para cima (populus nigra), e outras tipo mais arredondadas mas enormes também, e existe tb a curiosidade de umas ficarem verdes o tempo inteiro e outras que ficam amarelas no outono e caem todas, não sei bem a diferença entre as espécies.

3. Existe uma árvore alta com pequenos espinhos no tronco e folhas pinuladas ímpares mas que eu simplesmente não encontro em mais lado nenhum, sem ser no quintal da minha vizinha (digamos que ninguém gosta dela), onde caem as folhas no outono, será que alguém sabe o nome dela...

Paulo Araújo disse...

A Ficus elastica e outras espécies do género Ficus não são aconselháveis próximas de habitações ou em espaços pequenos, pois as suas raízes espalham-se muito e têm grande potencial destruidor. Quanto à pergunta 2, há várias espécies de choupos que se distiguem pela forma, tipo de folha e cor do tronco, mas não conheço nenhum choupo que se mantenha verde todo o ano. Se quiser, pode enviar-nos fotos da árvore que menciona em 3 para dias-com-arvores@sapo.pt

bettips disse...

Andei pela Junqueira ...mais camélias e menos "exposição". Enviei fotos à Manuela... Hoje li que amanhã vão plantar no Palácio de Cristal, um diospireiro (parece diferente dos nossos) descendente duma árvore que foi bombardeada em Nagasaki, "projecto árvore Kaki"...lembrei-me que gostariam de saber desta árvore da Paz...todas as iniciativas para a Paz e para as Árvores são poucas para arrastar pessoas e pensamentos. Abç

membio disse...

não as ficus e as outras vão ficar bem longe das casas, bem sei que estas árvores são destruidoras de soalhos e paredes...

Teresinha disse...

Se pudesse, voaria agora até Celorico de Basto, só para apreciar
tão belas flores!

jose disse...

Nela Nascem as Camèlias
Nela Crescem as Mimosas
A vila de Celorico
Tem o perfume das Rosas

Anónimo disse...

ola eu sou de celorico de basto e gosto muito de ca estar mas avez fico farta de ca viver.