13.7.07

Silene-dos-portos

Not until the Earth once more lies empty and desolate will the name of Linnaeus be forgotten.
Gunnar Broberg
Linnaeus Museum, Uppsala



Silene portensis - Parque das Dunas da Aguda

A maioria das entradas neste blogue são sobre espécies exóticas, herança de modas novecentistas, como as plantas australianas, ou resultado da predominância em climas temperados de flora originária de certas regiões, como a chinesa. Por isso quando soubemos que o nome vulgar desta herbácea é silene-do-Porto pensámos que tinhamos finalmente à mão uma planta realmente nossa.

O engano durou pouco. A designação científica desta espécie é Silene portensis L. e o L. indica que foi nomeada por Linnaeus. Uma consulta ao seu herbário mostra que ele hesitou entre Silene bicolor (em alusão, possivelmente, à diferença de coloração entre as faces superior inferior da flor) e Silene portensis, epíteto que assinala o facto desta planta preferir solos arenosos junto ao mar, onde partilha protagonismo com muitas outras espécies deste género.

Este ano comemoram-se os 300 anos do nascimento de Carl Linnaeus (1707-1778), botânico sueco que decidiu colocar ordem na fauna e na flora atribuindo com coerência nomes a plantas e animais. Um provérbio sueco afirma que «um filho querido tem muitos nomes»; Linnaeus mudou o seu para von Linné em 1757, mas foi também, entre os seus admiradores, príncipe dos botânicos, o segundo Adão, o Plínio do Norte ou simplesmente L.

4 comentários :

PHYLOS disse...

Maria, cada vez mais belo seu site. Se tiver um tempinho, visite o meu:
www.quintaldaruaacre,blogspot.com

Abç

Mauro

bettips disse...

E tão conhecido que se diz "vulgar de Lineu"... As dunas são um ninho de beleza rente à areia! Abç

Ponto Verde disse...

Vereador do ambiente do Seixal sugere que defensores de zona verde poderiam ter ateado fogo a uma floresta para que não construíssem nela!

ver em www.a-sul.blogspot.com

O SILÊNCIO CULPADO disse...

O meu comentário é simples: não sou entendido nesta matéria mas acho este blogue espectacular e muito didáctico.