19.9.07

Cupressus lusitanica- Casa de Mateus




fotografias: Setembro 2003
aqui tínhamos mostrado um aspecto deste túnel constituído por Cupressus lusitanica, na Casa de Mateus em Vila Real. Estranhamente, no livro de Ernesto Goes sobre árvores monumentais de Portugal, este exemplar não é referido, apesar de serem nomeadas outras árvores de grande porte desta quinta, como por exemplo este Cedrus deodara.
.
Os outros exemplares de Cupressus lusitanica que o autor refere são: o do Buçaco, alguns do Parque da Pena e Quinta de Monserrate, em Sintra; na Quinta da ex-Escola Agrícola de Coimbra; dois exemplares notáveis na Quinta do Eixo, em Aveiro; um na Aldeia dos Dez (concelho de Oliveira do Hospital); e alguns outros, notáveis também pela sua disposição em caramachão: em Lisboa, o do Jardim do Príncipe Real, e o do Pátio dos Restaurante Castanheira Moura, ao Lumiar; no concelho de Torres Vedras, em Runa no Parque do Asilo dos Inválidos Militares; e ainda outro na Quinta anexa à Igreja de Sanfins de Ferreira, no concelho de Paços de Ferreira. Será que ainda existem todos? De qualquer modo aqui ficam registados e na agenda para próximas "saídas de campo".

2 comentários :

as-nunes disse...

Nós por cá andamos a cortar árvores (diz que são "faias") no açude das Cortes do Rio Lis.
Ando muito desanimado.
Um abraço
António

Sérgio Martins disse...

So para dizer que o que se encontra em runa ainda existe, e na mesma localidade(no largo) existe outro exemplar nao menos imponente..estes ainda nao foram cortados...

Um abraço.
Sergio Martins