20.5.08

Sininhos-de-neve


Deutzia gracilis

Este é um arbusto semi-lenhoso, originário do Japão, com tronco castanho-claro que se esfolia com a idade e folhas opostas, caducas, de margens serrilhadas, revestindo ramagens finas e arqueadas. É tolerante ao frio, embora reaja com flores menores se as geadas persistirem na Primavera. As flores perfumadas nascem pendentes dos ramos terminais e obedecem às seguintes especificações: 2 cm de diâmetro, 5 sépalas pequeninas verdes, 5 pétalas unidas na base, 10 estames com asinhas distribuídos em 2 filas de 5 - com os 5 interiores menores, como num anfiteatro, para que a fila de trás também assista confortável ao espectáculo. O cultivar D. gracilis «Joconde» tem flores brancas mas que são rosa-pálido quando em botão.

O nome do género refere-se ao holandês Johan van der Deutz (1743-1788), amigo e patrono de Carl Thunberg.

4 comentários :

António Erre disse...

São lindas! Quero umas meninas destas no meu jardim...
Cumpts
António

Sophiamar disse...

Tomei conhecimento deste blogue através de um outro que comento há algum tempo: Urzeira. Tendo eu um carinho especial pela natureza, pelas flores, pelo arvoredo, deixe-me que lhe dê os parabéns pela qualidade da informação e pela beleza das imagens.Belo momento este que me proporcionou.

Bem haja!

Maria Carvalho disse...

antónio: Esta planta pode multiplicar-se por estacas postas a enraizar em local protegido na Primavera. Basta-lhe portanto encontrar um pé dela, pedir-lhe um raminho e cuidar bem dele enquanto pequenino.

sophiamar: Obrigada. Deixou-nos vaidosos, sem merecer...

António Erre disse...

maria, obrigado pela sua atenção. Andarei atento. Tanto quanto permite o mísero estado dos nossos jardins públicos.
Brevemente terei possibilidade de criar o meu próprio jardim... Gosto deles com muito verde. Em vários tons. E muitas flores brancas e algumas azuis. E rosas. Já imagino as "sininhos" (lembra-me o Peter Pan) a crescerem junto às janelas.
Cumpts
antónio