20.6.08

A talho de foice



Cordyline stricta

O género Cordyline reúne cerca de vinte espécies de árvores ou arbustos de regiões tropicais, sendo a maioria natural do sudeste da Ásia, ilhas do Pacífico, Nova Zelândia e Austrália onde são conhecidas como cabbage trees: a copa lembra uma couve galega, e a imponente C. australis, que chega a atingir os 20m de altura, é fantasia que regala qualquer bacalhau-com-todos. A C. spectabilis é brasileira e a única do seu género na América tropical.

O arbusto da foto (C. stricta ou narrow-leaved palm-lily) é australiano (de New South Wales e Queensland) e pode crescer até 3m. As folhas são espadas estreitas, embora arqueadas como foices, sem nervura central nem pecíolo, e dispõem-se nos ramos em dupla hélice. As flores perfumadas, de pétalas cerosas unidas na base, nascem em panículas longas de onde sobressaem os estames com anteras versáteis: as estruturas amarelas de pólen estão presas aos estames apenas no centro e por isso baloiçam sedutoramente com o vento.

Segundo uma lenda maori, uma floração abundante das cordilines anuncia um bom Verão.

Sem comentários :