30.8.09

Maçãzitas

Para além de uma glicínia e de uma buganvília, no minúsculo jardim onde passo agora muitas horas dos meus dias, cresciam duas árvores: uma japoneira ainda jovem e um enorme ligustro que se erguia paredes meias com a vizinha, até aos telhados das casas. Ao fim de quase um ano de convívio e cumprindo o que desde o início lhe tinha destinado, o ligustro foi retirado, e precisamente no dia 25 de Novembro passado (data escolhida por brincadeira por causa do provérbio "À la Sainte-Catherine, tout bois prend racine"), plantámos uma pequena macieira ornamental, Malus Evereste de seu nome abreviado, carregadinha de maçãzitas vermelhas. Linda!



Os frutinhos duraram apenas até aos últimos dias de Dezembro: os melros e pardais deliciaram-se até ao fim e não deixaram que eles abrilhantassem o jardim em Janeiro e Fevereiro, como prometido. Na Primavera, a árvore encheu-se de cachos de flores, primeiro róseas e depois brancas, fazendo jus aos seus antepassados (na génese complicada deste híbrido denominado Malus PERPETU ® Evereste, encontra-se uma Malus floribunda).
Entretanto chegados que estamos ao final de Agosto, os frutos ficam de dia para dia mais coloridos, dando-se bem com as flores do solano (Solanum rantonnetii) que teima em espreitar por cima do muro.


fotos manueladlramos 0908
Em Maio passado, num artigo do jornal I lemos que este tipo de maçãzitas -tristemente designadas por moribundas "pelo povo" de acordo com o referido texto- começa a encontrar o seu lugar nas criações dos novos chefes portugueses (ver aqui também). Em língua inglesa as macieiras que produzem frutos deste calibre, incluem-se no grupo das «crab trees, crabs, wild apples, and schoolboy apples, crabapples» (fonte > ), entrando estas maçãs desde há séculos no rol da "stapple food" das populações da Europa do Norte. Este ano vou disputá-las aos melros e até já arranjei mais algumas receitas.

4 comentários :

Luz disse...

Estas cabem mesmo na cova de um dente...

Anónimo disse...

Seja bem aparecida mais as suas maçãzitas e o seu cantinho!!!
Abçs da bettips

José Matos disse...

Olá boa tarde. Adoro maçãs ...gostaria que me informasse onde posso encontrar uma malus everest. Cpts

Paulo Araújo disse...

Não sabemos. A pessoa que escreveu este texto (e plantou a árvore) não colabora no blogue desde 2009, e não temos o contacto dela.