8.5.13

Assobio à beira Tua



Silene psammitis Link ex Spreng. subsp. psammitis

Nome comum: não tem
Ecologia: herbácea anual de sítios secos e arenosos (talvez psammo, que significa areia, seja a origem do epíteto da espécie), com solos onde predomina o granito ou o xisto
Distribuição global: endemismo ibérico, do centro e oeste da Península. Está naturalizada na ilha de Santa Maria, Açores
Distribuição em Portugal: Alentejo, Beiras Alta e Baixa, Estremadura e Trás-os-Montes
Época de floração: Março a Junho
Data e local das fotos: 30 de Março de 2013, perto das Caldas de S. Lourenço, no vale do Tua
Informações adicionais: planta ramosa, levemente penugenta, de hábito ascendente e que ronda os 40 cm de altura. Os cálices têm cerca de 18 mm de comprimento. As pétalas são obcordadas e cor-de-rosa, raramente brancas. Além da subespécie típica, exclusivamente peninsular, a Flora Ibérica distingue a subespécie lasiostyla, do sudeste da Península Ibérica e noroeste de Marrocos, de que não há registo em Portugal

1 comentário :

bea disse...

Ai, hoje vi umas floritas destas, igualitas. E muitas outras. Que a natureza, se a deixam, na Primavera desdobra-se em cor.
Bem posto o nome :)