28.6.07

Guinea gold-vine



Esta trepadeira australiana, da espécie Hibbertia scandens, não é comum nos nossos muros, embora se recomende pelas flores grandes e vistosas, de pétalas amarfanhadas e numerosos estames dourados, que contrastam com a folhagem perene e verde-escura. Cada flor dura um dia ou dois, mas a floração prolonga-se até ao Outono. O exemplar que conhecemos está à entrada do Parque Biológico de Gaia e compete agora com o amarelo dos pés de hipericão.

O género Hibbertia inclui cerca de cem espécies da Austrália, Nova Guiné, Nova Caledónia, ilhas Fiji, Malásia e Madagascar. As hibértias são resistentes ao frio e multiplicam-se por estaquia; as sementes são de germinação difícil e lenta.

A designação Hibbertia refere-se a George Hibbert (1757–1837), um mecenas inglês da botânica.

Sem comentários :