25.2.05

Uma árvore corada



Fotos: pva 04/05

Esta é uma Rosaceae que merece destaque entre as plantas ornamentais pela formosura do porte e a coloração da folhagem e de que há, por isso, muitas variedades e cultivares. De folha perene, o vermelho rubro das folhas jovens dá-lhe, no inverno, um ar corado de saúde que muitos olhares confundem com a sua primeira floração do ano. No início da Primavera a copa enche-se de flores brancas, que nascem em umbelas achatadas e se combinam harmoniosamente com as folhas adultas, que são agora de um verde luzidio. O nome científico Photinia, palavra grega que significa reluzente, celebra precisamente este brilho excepcional da folhagem.

A maioria dos exemplares que conhecemos são híbridos da japonesa Photinia glabra e da chinesa Photinia serrulata. Há-os com bom desenvolvimento por toda a cidade, que parece ter clima que lhes é propício. Realce para a fotinia do jardim central de Serralves (foto à direita), a da quinta Vilar d'Allen e as cinco da rotunda da Boavista (foto à esquerda).

2 comentários :

Anónimo disse...

Gosto muito do que escreve.

Paulo disse...

Obrigado pela identificação da fotínia e pela visita.