19.3.06

Actividades de substituição



Diz quem viu e sabe que neste tanque circular, na Casa da Ínsua, «crescem nelumbos, planta aquática da família dos lótus vulgares, extremamente rara nos nossos jardins». No Inverno a planta ainda mais rara se faz, dela não sobrando qualquer amostra à tona da água. Fica assim meses a fio uma infra-estrutura valiosa à míngua de utilização, afligindo pelo mau exemplo quem tem por missão gerir e optimizar. O que vão fazer os peixes do tanque, que não hibernam nem cessam de rodopiar, para ocuparem proficuamente esse seu excesso de tempo livre? Convocadas de surpresa, as camélias estiveram à altura do desafio: ei-las já flutuando em actividades de substituição.

1 comentário :

Anónimo disse...

Gostei muito do título Actividades de Substituição. Só para connoiseurs! Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)