5.6.06

Jardim na Lomba



Quem quiser saber o que é a Lomba e ter uma ideia do seu significado deve ler o que sobre esse bairro operário escreveu Helder Pacheco em Porto - O Sentimento da História (Ed. Afrontamento, 2005). Se visitar o bairro, faça-o com discrição, pois ir lá é como entrar sem convite em casa de gente pouco useira em receber turistas. Para já, a localização: fica na freguesia do Bonfim, no quadrilátero desenhado pelas ruas de António Carneiro, Heroísmo, Padre António Vieira e Pinto Bessa. As ruas do bairro, ladeadas por um contínuo de casas térreas, são estreitas e impróprias para automóveis. A embocadura da rua da Lomba na rua do Heroísmo é um pátio que, de tão acanhado, mal se adivinha; mas é mesmo por aí que nos metemos, acompanhados por alto muro de pedra de onde se debruça um loureiro enfeitado de roseiras bravas.

A certa altura, tomando uma ladeira à nossa esquerda, deparamos com um recinto desportivo vedado a rede e, logo abaixo, com um pequeno jardim. O local, até há pouco mais de três meses, era depósito de lixo e refúgio de marginalidade; hoje há lá árvores, sombras, bancos e sossego. A Câmara do Porto, que levou a cabo esta exemplar transformação, aproveitou as árvores existentes (eucaliptos, choupos e até uma figueira) e, além de arbustos nos canteiros, plantou novas árvores: castanheiros-da-Índia, fotínias e olaias (mas algumas destas últimas secaram). Um muro de blocos de cimento preenchido com rabiscos multicolores, encimado por gradeamento branco, separa-nos dos terrenos do antigo Liceu Rainha Santa Isabel (actual DREN), de onde nos saúdam bonitos ciprestes.

Saindo do jardim, há a opção de continuarmos pelo bairro até à rua de Pinto Bessa, ou de retrocedermos até à rua do Heroísmo: duas ruas de muito trânsito que nos devolvem num ápice à inóspita normalidade citadina.

1 comentário :

criação disse...

parabéns pelo blog