5.11.07

Os carvalhos da Serra Madre


Quercus crassifolia - Kew Gardens

As florestas das montanhas do México albergam a maior diversidade mundial de pinheiros e carvalhos, descendentes das árvores que aí encontraram refúgio durante as últimas idades do gelo, quando os glaciares cobriam quase toda a América do Norte. Evoluindo longe dos seus congéneres e tendo de adaptar-se a condições de vida peculiares, é natural que esses Quercus optassem por desobedecer às regras de como deve apresentar-se um carvalho. É o caso do Quercus crassifolia, em que as folhas começam por ser de veludo vermelho mas depois se fazem grandes e lustrosas, grossas como couro. Como o grau de hibridação entre carvalhos mexicanos é muito elevado, há controvérsia quanto ao número de espécies existentes nas florestas do país: alguns falam em dezenas, outros em centenas; a grande maioria delas não está sequer representada em colecções botânicas europeias.

2 comentários :

Anónimo disse...

Bom dia. Ando desesperada à procura de um sítio onde possa comprar uma planta chamada Frankenia Laevis. Sabem onde poderei adquiri-la? Sabem quem poderá saber? Muito obrigada.

ÂC

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Fabuloso este Quercus...obrigado pela descoberta!