27.6.05

Albízias em flor



Fotos: pva 0506 - Albizia julibrissin - Grijó, Vila Nova de Gaia

Esta pequena árvore originária da Ásia, da Pérsia até ao Japão, de seu nome Albizia julibrissin, é muito semelhante à acácia-mimosa, e de facto os dois géneros, Albizia e Acacia, pertencem à mesma divisão (Mimosoideae) da família das leguminosas; mas, como a albízia não é invasora, e é de belo efeito ornamental, não há motivo para a ostracizar.

As folhas da Albizia julibrissin são escuras, bipinuladas e têm até 20 cm de comprimento; durante a floração os estames formam vistosos tufos rosados. A árvore não ultrapassa os dez metros de altura, mas tem uma copa muito larga; por esse motivo, não deve ser plantada em locais estreitos.

No Porto há um pequeno conjunto de jovens albízias na rua do Bom Sucesso, junto ao cruzamento com a rua do Campo Alegre. O exemplar da foto encontra-se em Grijó, no concelho de Vila Nova de Gaia.

4 comentários :

Alexandre Leite disse...

Vocês têm falado sobre as árvores que estão no momento em flor, e é nesta altura que eu tenho reparado nelas, pois chamam mais a atenção. É muito engraçado ligar a Internet, ir ver no "dias-com-árvores" as árvores que andei a ver pela cidade! Há 2 ou 3 dias reparei numa rua daqui da minha terra (Fafe) nestas flores. Achei muito bonitas e pensei logo: ?amanhã vou ao blog e já fico a saber o nome!?. Foi hoje que fiquei a saber! :) Já aconteceu a mesma coisa com outras espécies que vão apresentando, por estarem em flor, e eu tinha reparado nelas poucos dias antes, ou no próprio dia mesmo, pelas mesmas razões.

"não deve ser plantada em locais estreitos." ? As que vi estão num passeio que não deve chagar a 1 metro e meio de largura...

Solariso disse...

O Mundo da Blogosfera está mais verde. Visite o novo Blog Ambiental www.solariso.blogspot.com.

da. disse...

...gostava que passassem assim por lisboa...e arredores..isso era bom...é muito agradável percorrer este blog..

Anónimo disse...

Parabéns pelo blogue muito interessante e airoso. Sou de Vila das Aves e tenho uma Albizia no quintal, ainda jovem, de pequeno porte, portanto. Foi-me oferecida, e confesso que no início não tinha muito entusiasmo por ela. Agora não consigo conceber o meu quintal sem a sua presença.