5.8.05

Paris - Londres


Foto: pva 0506 - Robinia pseudoacacia - Kew Gardens, Londres

Não sabemos se uma disputa entre os velhos rivais separados pelo Canal da Mancha vai bem como entretenimento estival, mas é o que se arranja. A Manuela prometeu-nos uma reportagem no Jardin des Plantes sobre uma das mais velhas robínias da Europa, nascida de semente por volta de 1600. Sustentada por cabos e muletas, ainda se mantinha viva em 2000. O exemplar dos Kew Gardens que se vê na foto data de 1762, e é uma das últimas árvores sobreviventes da primeira plantação nos jardins. (Uma outra é o Platanus orientalis que já aqui mostrámos.) Com um século e meio a menos pesando-lhe no tronco do que à sua irmã parisiense, a árvore londrina ganha em juventude o que perde em respeitabilidade. Ainda assim é uma juventude provecta, marcada por graves achaques, que a obrigam a usar, entre outros amparos, um anel de metal à cintura para não se desagregar por completo.

Antes que alguém entusiasmado com estas veteranas resolva plantar um exemplar no seu quintal, fica o aviso de que esse acto está proibido por lei, pois a Robinia pseudoacacia está listada como invasora no decreto-lei 565/99.

Sem comentários :