4.12.05

araucárias



araucárias são palavras erguidas
taças de palavras contra o céu de inverno
árvores que reinam sua solidão
sobre as vozes da floresta
.
silvia chueire
.

3 comentários :

Ambientalistas da Amadora disse...

Os meus pais tinham uma auracária na frente da casa, mas acabaram por a abater, pois acreditavam que traria má sorte se a árvore crescesse mais que a casa. Já tinham ouvido falar nesta ideia popular?

Paulo Araújo disse...

Hugo, nem sei que lhe diga... Acho que os portugueses são muito criativos em arranjar razões para deitar árvores abaixo. Há muito que notei que a maior parte das pessoas em Portugal não gosta de ter uma árvore maior do que a casa: ou por receio de que ela caia, ou porque tapa o sol e as "vistas" (mesmo que elas sejam para uma rua cheia de trânsito), ou porque as folhas secas "sujam tudo", ou (vá lá, essa é nova) porque dá azar. Não se lembram de que uma árvore saudável dura mais do que uma casa; não lhe apreciam a formosura nem lhe agradecem a sombra e o ar que respiram.

luis manuel disse...

palavras que relatam, taças de amor em segredo
nos jardins da Quinta das Lágrimas ou no Jardim Botânico,
parte dos amores de Inês e de Pedro.

Um abraço