26.10.05

Flores de Outono


Fotos: pva / mdlr - flores de nespereira; mdlr - panículas dos botões florais cobertos de lanugem, parecendo uns "cachozinhos de lã" , razão de ser da designação científica do género (Eriobotrya )

Agora que Outubro se instalou, as nespereiras estão em flor, preparando os frutos que nascerão em Abril. Não, não há engano: esta árvore não segue a tradição de florir na Primavera e frutificar no Outono.

É uma rosaceae de folha perene, nativa da China e Japão. As flores são brancas, perfumadas, com cinco pétalas; agrupam-se em cachos nas extremidades dos ramos e têm pedúnculo penugento. As folhas, alternadas e sésseis, mais largas junto ao ápice, são de cor verde escura, de aspecto ligeiramente enrugado, face inferior coberta de lanugem castanho-ferrugem e margens dentadas.

A nespereira (do grego méspilon) é do género Eriobotrya (de érion, lã, e bótrus, cacho), espécie japonica. A designação comum em língua inglesa, loquat, deriva do chinês luh kwat que se refere ao fruto como «quase uma laranja».

A nêspera é arredondada, carnuda, com sabor próximo do do pêssego e casca alaranjada; celebrizou-se através do poema de Mário-Henrique Leiria (Rifão quotidiano, in Novos Contos do Gin, 1974) que o actor Mário Viegas popularizou:

Uma nêspera
estava na cama
deitada
a ver
o que acontecia


chegou a Velha
e disse
olha uma nêspera
e zás comeu-a

é o que acontece
às nêsperas
que ficam deitadas
caladas
a esperar
o que acontece

1 comentário :

Leonor de Sousa Bastos disse...

Olá!!!

Andava à procura de flores outonais quando descobri o seu blog!:)
Não fazia a menor ideia que a nespereira floria agora em Outubro e já me está a dar umas ideias!
Obrigada pela inspiração!!