6.1.06

A propósito do Jardim do Marquês

e da notícia que "requalificação do emblemático jardim já avançou" (re)ler Saudades do Marquês .


1 comentário :

Manuela D.L.Ramos disse...

Hoje no Público- por Nuno Corvacho: Jardim do Marquês requalificado abre na próxima semana

«Já foi lá colocada a fonte circular que em tempos existiu na Praça de D. João I

A partir de meados da próxima semana, já será possível passear no "novo" jardim portuense do Marquês de Pombal. Falta apenas dar os últimos retoques para que o mais tardar dentro de nove dias se cumpram os planos da Metro do Porto, que tem estado a requalificar a praça desde Janeiro. Não está prevista qualquer inauguração oficial, pelo que os transeuntes se limitarão a constatar que o Marquês passou a estar disponível, depois de ter estado praticamente transformado num estaleiro desde há vários anos, primeiro por causa da construção da estação subterrânea do metro e depois com os necessários arranjos à superfície.
A zona verde ficará com um aspecto que não deverá diferir muito daquele que existia antes da intervenção. Sobretudo foi possível manter o frondoso arvoredo que desde sempre constituiu a imagem de marca da praça. Permanecem no local 60 árvores e três foram agora plantadas no lado poente da praça para suprir a trasladação de outras tantas; recorde-se que estes exemplares, que revelavam alguma fragilidade, vieram a ser replantados na Praça de Francisco Sá Carneiro. A área ajardinada do Marquês sofreu um aumento de 50 por cento, embora com sacrifício dos caminhos pedonais, que diminuíram em extensão e largura. O jardim ficou ainda dotado com seis zonas de entrada para peões e três acessos à estação subterrânea de metro (dois por escada rolante e convencional e um por elevador).
Mesmo no meio da oval formada pelo jardim foi já colocada a principal inovação do arranjo urbanístico concebido pelo arquitecto Souto Moura: a fonte circular que até há quatro anos se encontrava na Praça de D. João I e que fora de lá retirada por força das obras de requalificação da Porto 2001. Falta apenas pô-la a funcionar com o respectivo repuxo, algo que deverá acontecer até à "estreia" da praça.
Em redor do jardim prevê-se que a circulação passe a ser mais fácil, com a existência de três faixas de rodagem e a colocação de novos semáforos. Refira-se ainda que o projecto de requalificação do Marquês vai abranger o arranjo do coreto ali existente e a recuperação do edifício térreo que chegou a servir como biblioteca infantil.
Antes ainda do Marquês, ficarão prontos os arranjos à superfície na Rua de Faria Guimarães, o que se prevê possa acontecer até ao final da semana. Já os trabalhos na zona dos Aliados só deverão estar concluídos em Junho, embora os passeios nas imediações da Estação da Trindade já estejam muito perto do seu perfil definitivo, até porque esse será o ponto de encontro da comitiva que no próximo fim-de-semana irá assistir à inauguração da Linha Violeta do metro do Porto.»