13.6.06

Linho


Linum grandiflorum

Esta herbácea pequenina, de folhas lanceoladas e flores exuberantes com cinco pétalas em espiral, é de uma família com longa história e tradição (Linaceae), que contém várias espécies endémicas da área mediterrânica.

A espécie da foto, Linum grandiflorum, que encontrámos em Maio no Parque de Vizela, é do norte de África e cultivada com fins ornamentais. A fibra de Linum usitatissimum - europeia, de flores brancas ou azuis - é usada há mais de dez mil anos para fabricar o linho, tecido nobre com que se envolveram as múmias egípcias e cuja produção só abrandou com a concorrência da indústria do algodão; das sementes fabrica-se, por um demorado processo de destilação, o óleo de linhaça, usado em massas e vernizes.

1 comentário :

Teresinha disse...

Linum usitatissimum L

Este linho,cujo nome foi denominado pelos botânicos,quer dizer: muito usado.Tinha múltiplas aplicações. Dele se fazia água de linho,muito utilizada no século XVIII como bebida para conservar a saúde.Embora muito cultivado não suplantou o espontâneo,o Linum angustifolium Huds.