29.7.06

Desejo branco


Passiflora caerulea "Constance Elliot"

Uma coisa branca,
Eis o meu desejo.

Uma coisa branca
De carne, de luz,

Talvez uma pedra,
Talvez uma testa,

Uma coisa branca.
Doce e profunda,

Nesta noite funda,
Fria e sem Deus.


Dante Milano, Imagens (1948)

4 comentários :

António disse...

aproveito o espaço para perguntar:que árvores estão plantadas no Largo Alexandre Sá Pinto, Porto, em frente á Escola Sec. Infante D. Henrique? Obrigado.

Paulo Araújo disse...

São da espécie Acer negundo, iguais às da rua do Campo Alegre. Bordo é o nome comum em português das árvores do género Acer (que são de longe as árvores de arruamento mais comuns no Porto).

vera do val disse...

Que coisa linda e surreal essa flor. E muito interessante tb. Formas absolutamente diferentes umas das outras , sobrepostas. Parece desenho de Dali. Um abraço.

bettips disse...

Bailado de pétalas e um verde transparente, tão lindo! Mas onde é que vocês descobrem estas coisas?