22.10.07

Urze-minhota



Daboecia cantabrica

A Daboecia cantabrica, parente próxima da Erica, é uma pequena planta arbustiva europeia, própria de matas com solo ácido em climas temperados. É espontânea numa faixa que vai do oeste de França ao norte de Espanha e noroeste de Portugal, e surge também na Irlanda - mas não, curiosamente, na Grã-Bretanha. O Portugal Botânico de A a Z chama-lhe urze-irlandesa, o que, apesar de correcto, ignora que a planta por cá se encontra no estado natural. Dada a sua área de distribuição no nosso país, o nome que lhe atribuímos em título parece-nos mais justo.

O género Daboecia alberga duas únicas espécies: a outra é a endémica açoriana D. azorica, confinada às ilhas de São Miguel, São Jorge, Pico e Faial, onde é conhecida como queiró - um dos nomes que, no Continente, se dá à Calluna vulgaris. Em ambas as espécies de Daboecia, as pétalas unidas das flores formam inconfundíveis cilindros insuflados; além disso, essas flores (ou, para semos exactos, as suas corolas) são caducas, ao passo que na Erica elas permanecem no arbusto mesmo depois de secas.

O nome génerico Daboecia vem de São Dabeoc, monge irlandês que viveu entre os séculos V e VI. É por isso bem apropriado que tenhamos encontrado a Daboecia cantabrica na cerca do Mosteiro de Tibães, onde, abrigada por carvalhos e pinheiros e na companhia de outras urzes já desbotadas, se manterá em flor até à chegada do Inverno.

2 comentários :

Anónimo disse...

Este blog é uma lufada de ar fresco! Obrigado!

lucia disse...

Uma lanterninha muito bem feita e de linda cor!