16.8.05

A Fonte de Médicis

.


Fotos: manueladlramos 0508

Ei-la em todo o seu esplendor a famosa Fonte de Médicis nos Jardins de Luxemburgo! Produto de várias épocas, a última "requalificação" data já da segunda metade do séc. XIX. Curiosamente, na sua versão original, não era uma fonte (a água só começou a correr na bacia central a partir do início do séc. XIX) mas sim uma gruta construída a pedido da rainha Maria de Médicis, florentina de nascimento, que, em 1530, a encomendou a Thomas Francine, um escultor seu conterrâneo .
A gruta sofreu transformações várias sendo a mais importante a que ocorreu na década de 60 do século XIX quando foi desmontada pedra a pedra e transferida para a sua localização actual. Foi então que Alphonse de Gisors, o arquitecto do Senado encarregue do projecto, a dotou do longo tanque hoje protegido pela sombra dos plátanos então plantados.
Tanto os grupos escultóricos mais preominentes- nomeadamente o de Polifemo prestes a esmagar sob um rochedo o seu rival Acis apaixonado por Galateia- como a fachada oposta, viarada a Este, datam dessa altura.
(Mais informações e fotografias sobre a Fonte de Médicis e a sua história aqui e aqui. )

(É óbvio que a tão badalada inspiração desta fonte para a projectada futura fonte da Avenida dos Aliados, se limita ao tanque que, na fotografia, vemos ladeado por frondosos plátanos e adornado com vasos floridos.)

1 comentário :

Luis M. Jorge disse...

Obrigado por me recordar o jardim que mais gosto de frequentar em Paris. Já agora, divulgo o meu blog, cujo título talvez considere interessante:

http://acisgalatea.blogspot.com/