26.10.07

Violet queen


Cleome sp. - Sintra (fotos gentilmente cedidas por Paulo)

«Não sei que coisa estranha e pobre existe na substância íntima dos jardins citadinos que só a posso sentir bem quando me não sinto bem a mim. Um jardim é um resumo da civilização - uma modificação anónima da natureza. As plantas estão ali, mas há ruas - ruas. Crescem árvores, mas há bancos por baixo da sua sombra. No alinhamento virado para os quatro lados da cidade, ali só largo, os bancos são maiores e têm quase sempre gente. (...)

Mas há dias em que esta é a paisagem que me pertence, e em que entro como um figurante numa tragédia cómica. Nesses dias estou errado, mas, pelo menos em certo modo, sou mais feliz. Se me distraio, julgo que tenho realmente casa, lar, aonde volte. Se me esqueço, sou normal, poupado para um fim, escovo um outro fato e leio um jornal todo.»

Fernando Pessoa, Livro do desassossego (Assírio & Alvim, 2001)

2 comentários :

Anónimo disse...

Cheguei sossegado, mas vou inquieto, o que já é um ganho nesta vida monótona que se leva. Com a qualidade das fotos (parabéns!) e a mensagem do texto. Mais uma vez, valeu a pena ler-vos.

Maria Carvalho disse...

Caro anónimo: Desta vez o mérito é do fotógrafo e do poeta. Recebo por eles as suas palavras simpáticas, que agradeço.