28.3.05

Conferência e visita guiada por Teresa Andresen



Fotos: pva 0412 - Fund. Eng. António de Almeida: liquidâmbar, azáleas, fonte e camélias

Ciclo Jardins 2005

Sábado 2 de Abril às 14h30

OLHAR UM JARDIM - Conferência no auditório da Casa-Jardim da Fundação Eng. António de Almeida (rua Tenente Valadim, 231/325 - Porto) pela Arq.ª Teresa Andresen, que guiará em seguida uma visita ao jardim da Fundação.

ENTRADA LIVRE (não é preciso inscrição)

O JARDIM
A Casa Nova, que hoje alberga a Fundação Engenheiro António de Almeida, foi construída nos anos trinta do século XX para o banqueiro António Manuel de Almeida (1891-1968), tendo o seus jardim sido desenhado pelo horticultor e paisagista portuense Jacinto de Matos (falecido em 1947), a quem se devem, na primeira metade de novecentos, numerosos jardins e parques um pouco por todo o país - como por exemplo os parques da Curia e de Pedras Salgadas e, ainda existentes no Porto, a Quinta de S. Roque da Lameira e o jardim da Casa Allen (Casa das Artes). Segundo o livro Jardins Históricos do Porto, o jardim da Casa Nova, um dos últimos da grande tradição dos jardins portuenses, não é de «concepção arrojada. É, acima de tudo, um jardim para a disposição de plantas e, ainda hoje, é notável a diversidade arbórea e arbustiva.» Entre os arbustos, cabe destacar as azáleas, os rododendros e a variada colecção de camélias; e, entre as numerosas árvores hoje adultas, de assinalar a alameda de tulipeiros e várias faias, liquidâmbares e carvalhos de avantajado porte.

A CONFERENCISTA
Teresa Andresen, que colaborou também no nosso Ciclo Jardins 2004, é Arquitecta Paisagista, actualmente Professora Associada do Departamento de Botânica da Faculdade de Ciências do Porto, onde é responsável pela Licenciatura em Arquitectura Paisagista. Dirigiu, entre 1986 e 1988, a recuperação do Parque de Serralves, e coordenou recentemente, a pedido da CCDRN, o estudo Estrutura Ecológica da Área Metropolitana do Porto. É co-autora, com Teresa Portela Marques, do livro Jardins Históricos do Porto (Edições Inapa, 2001).

Organização: Campo Aberto

Sem comentários :