14.11.05

Açaflor


Foto: pva 0511 - pé de Crocus serotinus entre folhas secas de Quercus rubra

A flor lilás do açafrão, uma planta bolbosa de aroma requintado, está a despontar agora em terrenos montanhosos, bem drenados e em meia-sombra. Dos seus estigmas e estiletes, filamentos de cor vermelha que quando secos amarelecem, faz-se a especiaria mais cara no mercado: para um quilo deste saboroso condimento amarelo são usadas mais de cem mil flores, colhidas à mão entre Outubro e Novembro, o que se traduz em cerca de 3 euros por cada meio grama de açafrão. Os cozinheiros exigentes, que o usam em molhos, paellas - prato típico do primeiro produtor mundial -, bolos ou sopas de peixe, denunciam a sua frequente substituição pelo açafrão-da-Índia (Curcuma longa), de preço irrisório. Por isso não é certo que alguma vez o tenha provado.

Da família das Iridaceas, a espécie Crocus (a que a mitologia grega se refere como um pastor que o deus Hermes imortalizou numa flor) sativus (porque se semeia) é endémica na Península Ibérica, Ásia Menor e China. O interesse no seu cultivo parece ter chegado até nós acompanhado pelo termo árabe az-zaHafran.

5 comentários :

APOBO disse...

Salam Halik Maria Carvalho
Se me é permitido, gostaria de frisar que este é apenas mais um entre os inúmeros vocábulos árabes em que a nossa língua é rica. É provável que o açafrão, à semelhança de muitas outras coisas, tenha sido introduzido na Península pelos árabes. A cozinha do al-ândalus atingiu formas requintadas após o séc. IX, com as alterações introduzidas por Ziryâb e, ainda hoje, a própria ordem com que os pratos são servidos à mesa advêm dessas inovações introduzidas por Ziryãb. Em árabe o termo za'afrãn significa, precisamente, «amarelo», em referência à cor desta especiaria... Muitos outros termos árabes podemos encontrar na nossa flora, tais como: acelga; açucena; alcachofra; alecrim; alface; alfarroba; alfazema; algodão; azambujo; azebre; laranja; limão; etc...

ver disse...

Que bom conhecer finalmente a flor. Nos Acores usa-se o termo acafroa, julgo que para significar Curcuma longa.

Fui agora ao sapo ver se encontrava informacao e dei de caras com um blogue interessante "Culinária daqui e d'ali" http://culinaria.weblog.com.pt
A entrada de "novembro 07, 2005" fala exactamente da acafroa, que pelo vistos tb se pode chamar cartamo. Sera cartamo um nome comum para Curcuma longa, ou ainda e' outra coisa?

Maria Carvalho disse...

O cártamo (Carthamus tinctorius) é parente do cardo e usa-se também numa mistura de especiarias que condimenta e dá cor amarela como o açafrão. Creio que a açafroa dos Açores é em geral esta mistura, não apenas cártamo ou curcuma.

Apobo: Tem razão, a influência árabe é muito interessante e vasta na língua portuguesa, na culinária, nos costumes, nos nossos genes, ...

mdferreira disse...

Gostei do termo açaflor: se não crescermos em mais nada, fazemos crescer o dicionário.

F.Martinez disse...

Açaflor ou açafroa provem de um pequeno cardo espontâneo(Carthamus tinctorius L.)que ocorre nas regiões sul de Portugal e dos Açores. Os estames amarelos das suas flores são muito utilizados na gastronomia local dessas regiões, proporcionando uma cor dourada e sabor caracteristicos aos pratos. Tem tambem aplicações medicinais e as suas folhas(comestiveís e ricas em vitamina C) e sementes tambem servem para cortar o leite



















Portugal e nos Açores,cujos estames amarelos das suas flores são utilizados em diversos pratos das respectivas gastronomias locais