2.8.07

Perfume de Verão


Elaeagnus pungens - Parque da Cidade do Porto

Estes minúsculos sinos, que não dobram mas lançam um odor intenso quando o vento os empurra, são as flores de um arbusto alto e muito ramificado que ladeia os caminhos do Parque da Cidade. O oleastro, de seu nome científico Elaeagnus pungens, é uma lenhosa perenifólia originária da China e do Japão, que floresce nestes meses de Verão. Apesar de formar grandes touceiras, as suas pequeninas flores ocultam-se discretamente na folhagem: quem por ele passe distraído tem dificuldade em detectar a origem do perfume que lhe coça o nariz. Além das flores e do perfume, também as folhas são especiais: têm textura cerosa, margens onduladas, face superior levemente pigmentada e face inferior prateada. Certos cultivares - que também se encontram no Parque da Cidade - exibem folhas bicolores, verdes com bordo amarelo.

Há outra espécie do género Elaeagnus, também de origem oriental e também muito perfumada, que é comum no nosso país e até se naturalizou nalguns locais (por exemplo em Amarante, nas margens do rio Tâmega): trata-se da oliveira-do-paraíso (E. angustifolia), pequena árvore de não mais que 10 metros de altura, com folhas que lembram as da oliveira. Até há poucos meses eram as oliveiras-do-paraíso que escassamente arborizavam a Avenida Serpa Pinto, em Matosinhos. Fartas de receber encontrões dos automóveis em ânsia de estacionar, não gozavam por certo de muito boa saúde. Foram substituídas por metrosíderos - os quais, já se vê, não hão-de ter melhor sorte.

2 comentários :

bettips disse...

...e depois, há um riso, um pequeno aviso, amargo pela realidade. Descobre-se o que não se via, cai o pano das boas intenções (de que o inferno está cheio). E tememos todos pelas "nossas" árvores. Abr

Arboretto disse...

Lindas estas minusculas flores; parecem as flores do Osmanthus fragrans, o Jasmim do Imperador, muito perfumadas tambem...