26.7.09

Em defesa dos jardins do Palácio


Cedrus deodara (Roxb.) G. Don [três dos cedros-dos-Himalaias que estão ameaçados pelas obras]

O projecto de remodelação do Pavilhão Rosa Mota, que prevê a construção de edifícios anexos que destruiriam o lago e a esplanada do Palácio de Cristal e ocasionariam a perda de duas a três dezenas de árvores, levou à constituição de um movimento em defesa dos jardins do Palácio. Em sessão realizada ontem no local, esse movimento lançou um manifesto que foi hoje notícia no JN e no Público. O mesmo movimento criou um sítio na internet para anunciar as iniciativas que forem sendo tomadas para travar o desastre, e para acolher todas as notícias e informações pertinentes para o caso.

Se prefere um jardim com lago a um centro de congressos; se acha que um jardim se faz com árvores e não com betão; se entende que o executivo camarário não pode adulterar a seu bel-prazer aquilo que a todos pertence - então informe-se e faça também ouvir o seu protesto. É preciso que a Câmara do Porto perceba o nosso intenso repúdio por tão insensato projecto. Não é este o momento de estarmos calados.

Sem comentários :