24.6.11

Ilha das Flores


Fajã de Lopo Vaz

O cheiro da flor pode ser interceptado entre a flor
e o céu. E é aí que melhor o cheiro existe.
Na flor, em plena flor, é ainda uma potência;
e no céu, se chega lá, é já elemento abstracto.
Mas há então uns segundos de existência

nesse percurso intermédio.

Gonçalo M. Tavares, Uma Viagem à Índia (Caminho, 2010)

Sem comentários :