14.7.04

O nosso jardim de Sophia

...

Foto: mdlr 0203 -Rapariga de bronze - Botânico (Porto)
Dizem que esta graciosa estatueta, no Botânico do Porto, terá inspirado "o rapaz de bronze" a Sophia de Mello Breyner Andresen que em criança brincou nestes jardins da então Quinta do Campo Alegre.
.
«Era uma vez um jardim maravilhoso, cheio de grandes tílias, bétulas, carvalhos, magnólias e plátanos. Havia nele roseirais, jardins de buxo e pomares. E ruas muito compridas, entre muros de camélias talhadas.(...)»
in O Rapaz de Bronze, 1958
.
Hoje é o "nosso" jardim de Sophia. Felizmente acessível para passeios encantados.
Pena é o ruído da estrada construída «no campo com trigo e papoilas, e (...) pinhal onde entre mimosas e pinheiros cresciam urzes e fetos»!
Efeito do "avassalador avanço ... do chão asfaltado", como diz Gonçalo Ribeiro Telles temendo pela paisagem que se avista do jardim da poetisa, em Lisboa! (Ver transcrição aqui).

2 comentários :

cristina disse...

apesar de muito abandonado o botânico tem um maravilhoso encanto :)

manueladlramos disse...

Abandonado!? Discordo em absoluto! O jardim já esteve realmente descuidado por variadas razões nomeadamente por falta de verbas para sua manutenção. Durante 18 anos esteve mesmo encerrado ao público! Mas desde o outono de 2001 que abriu os seus portões e o espectáculo que se oferece não é mesmo nada de abandono! Pelo contrário. O site do departamento de Botânica da Faculdade de Ciências do Porto dedica álgumas páginas ao jardim. É pena que não haja nenhuma associação de amigos do botânico do Porto! O exemplo de Lisboa seria de seguir.