28.7.05

A mãe de todas as mirtáceas


Foto: pva 0507 - Myrtus communis - Jardim Botânico do Porto

A murta (Myrtus communis L.) é um arbusto lenhoso de folha perene e coriácea, emblemático da região mediterrânica. De crescimento lento, pode atingir idade provecta e em muitas regiões está associada a tradições e costumes. Na mitologia surge ligada à deusa Afrodite e as suas flores brancas com numerosos estames têm, em algumas regiões da Península Ibérica, presença obrigatória nos ramos de noiva ou em grinaldas honoríficas.

De folhas muito perfumadas, a essência de murta é ingrediente de quase todos os perfumes e cosméticos. É ainda frequentemente usada em misturas de tomilho e rosmaninho para aromatizar alimentos e os frutos, bagas de cor azul violáceo, intervêm na confecção de aperitivos, cervejas, licores, vinagres, geleias e compotas.

Esta lista resumida de variadas utilizações, medicinais e ornamentais, da murta dá conta da sua importância nas regiões onde é endémica e vulgar (communis). A família Myrtaceae - a que pertencem, entre muitos outros, os géneros Callistemon, Corymbia, Eucalyptus, Eugenia, Acca, Leptospermum, Melaleuca, Metrosideros, Psidium e Syzygium - deve-lhe a designação.

4 comentários :

Anónimo disse...

Não tinha dado conta deste cantinho.Deixei-lhe uma resposta no outsider,em relação ao myrtus.
Os exemplares que tenho estão já grandes,uns 2 1/2 metros de altura e vieram da irlanda.Vi-os por lá enormes e lindissimos.As folhas têm um verde brilhante e os rebentos despontam com as folhaas de um tom vermelho muito parecido com o das photineas rubras.Apesar da minha terra não ser facil ,dão-se explendidamente.Com a geada resentiram-se um pouco e tive de os proteger com rolos de palha:)
Parabens por esta sua página,uma perola para quem gosta de reino vegetal.annie hall do outsider

Maria Carvalho disse...

Olá. Obrigada pela sua intervenção aqui. As suas flores de myrtus estão muito elegantes.

stella disse...

Me parece uma flor de pitanga...

Anónimo disse...

Você não tem fotografia do fruto do Myrtus naõ? è porque eu vou apresentar um seminário na faculdade sobre mirtáceas e achei esta espécie linda de mais, e queria acrescenta-la ao meu trabalho.