10.10.06

Linda de morrer

.


Enviadas por um ramo familiar ;-) muito querido, finalmente as tão desejadas fotografias de uma Corypha umbraculifera em flor no Aterro do Flamengo, Rio de Janeiro! Que surpresa e que alegria! Este acontecimento excepcional já tinha sido por nós anunciado aqui e aqui. Destas palmeiras com propriedade se pode afirmar que são lindas de morrer! Com efeito, depois da floração e de uma frutificação segundo parece assaz longa, morrem pouco a pouco. Mas deixemos os especialistas falar: da versão portuguesa do livro Palmeras. Un reino vegetal, de Alex Puig e Pera Ramoneda, transcrevem-se os seguintes parágrafos referentes a esta recordista invulgar de nome original talipot ("folha de palmeira" em bengalês segundo o Houaiss) que já apenas se encontra em cultura.
«do grego koryphe "cabeça coroada" (...)
Características: É uma das maiores palmeiras do Mundo. As suas enormes folhas costapalmadas, com mais de 7 m. de diâmetro, podem albergar e manter a seco umas quinze pessoas. (...)
É uma palmeira monocárpica, o que quer dizer que dá flor e fruto uma única vez e depois morre. A sua grande inflorescência, de caules encurvados como enormes penas de avestruz, chega a medir 7 m. de altura por 12 metros de largura e a albergar uns 79 milhões de flores hermafroditas brancas; podendo pesar quase uma tonelada quando está carregada de frutos. Estes são algo assimétricos e medem uns 4 cm. de diâmetro. Dá flor aos 60 ou 80 anos.(...)»
Ver fotos de outras corifas.
..

7 comentários :

Fatima Vinagre disse...

Cada vez que venho ao teu blog, aprendo sempre mais alguma coisa. Obrigado! A Palmeira é simplesmente linda. Que belas fotografias! É caso para dizer que quem as tirou, poderá não viver o suficiente para ver a palmeira do lado esquerdo florir. Saudações!

aldina disse...

Pelo que entendo morre entre os 60 e os 80 anos (altura em que dá flor e fruto), que beleza!!! Morre generosamente num acto de beleza plena... Obrigada!

Até sempre

MaD disse...

São extraordinárias.
Vale a pena ficar os oitenta anos à espera para as ver florir...
Quem me arranja uma para plantar?...
Cumprimentos

Flor disse...

Lindas e especiais estas palmeiras do Ceilão - se não me engano - beijos e parabéns pelo seu blog, eatá no meu favoritos leio sempre!

vera do val disse...

Que maravilha!

leonor disse...

Mais de um mês e alguns acontecimentos infelizes depois, volto ao Dias com Árvores e encontro estas belas fotos das Coryphas. Cheguei no dia 7 ao Rio e como passei pelo Aterro no caminho para casa, foram a primeira coisa que procurei. Lá continuam, floridas, esperando a senescência com a dignidade e o orgulho de quem cumpriu o seu destino.
Ainda bem que a "rede" da Manuela conseguiu fazer as fotos que eu não consegui. Parabéns uma vez mais.
Leonor

Manuela disse...

Bem chegada então, Leonor!?
A causa primeira da presença destas belas palmeiras foi o teu entusiasmo em nos comunicar a noticia ...

Um grande abraco