18.5.08

Kew Beauty


Trillium erectum

«A notícia veio nos jornais: um desempregado de 23 anos, pai de dois filhos, deitou a mão a um dos belos cisnes do lago do Parque de Basílio Teles, em Matosinhos, torceu-lhe o pescoço e levava-o para casa, para o jantar da família, quando foi apanhado por um polícia.

Os cisnes são, desde tempos imemoriais, símbolos de beleza e de perfeição e, nessa qualidade, bibelots vivos da decoração de lagos e jardins. Nos jardins suspensos da Babilónia; nos do shogun, em Kyoto; em Pequim, nos do imperador; nos lagos imensos do palácio de Kublai Khan, como nos do edénico jardim inicial, vogaram - vogam eternamente - cisnes. Sob as suas formas tranquilas e longilíneas se ocultou Zeus para seduzir Leda e desse amor nasceu Helena, por cuja beleza morreram Aquiles e Heitor, Páris e Ajax, Ifigénia e Polixena, e caiu para sempre, em chamas, a orgulhosa Tróia.

O infeliz herói desta crónica, todavia, não teve pelo seu lado nem a complacência dos deuses nem a do polícia de giro. Passeava no Parque quando topou com o cisne e, em vez de lhe dar para qualquer arroubo helénico, muito prosaicamente representou à sua frente sete ou oito quilos de carne vogando ociosos e inúteis nas águas paradas. (...)

O Tribunal de Polícia vai agora ser chamado a dirimir na antiga questão da arte pela arte ou da arte pela vida. E, como é de esperar, optará (muito concretamente) pela mais abstracta das duas posições, e o homem de 23 anos aprenderá à própria custa coisas essenciais: que os cisnes são para encher os olhos e não a barriga e que a beleza não se come.»


Manuel António Pina, Os olhos e a barriga (in O Anacronista, 1994)

3 comentários :

lucia disse...

A bela Helena ! Olha, mesmo que possa ser desagradável a idéia, na falta de cisnes, os pombos também servem para o assado. Vi velhinhos em Paris ali do lado da Fontaine Stravinsky colocar pombos em baixo do braço e partir olhando para os lados... dizem que são hábitos herdados da segunda guerra, nos dias de fome...

bettips disse...

E não se pode exterminá-la?
A fome...
O cisne rubro flutua-flor.

Maria Carvalho disse...

lucia: os pombos parecem ter tão pouca carninha, como ratinhos com asas...

bettips: Quem dera...
Já comentei como soam bem as suas palavras, que apreciamos as imagens que com elas pinta?