16.8.04

Na falésia - palmitos

.

Foto: mdlaramos 0308
Falésia entre as praias de S. Rafael e da Coelha - Albufeira

Esta palmeira, a que se chama vulgarmente palmeira anã, palmeira das vassouras ou palmito, é espécie única do seu género (Chamaerops humilis), apresentando no entanto muitas variedades, algumas de porte elevado. É a única palmeira espontânea no nosso país, podendo encontrar-se ainda no Algarve, onde no estado natural não ultrapassa ­um porte arbustivo de alguns decímetros de altura, daí o nome vulgar de palmeira anã.

A designação científica também exprime as suas características morfológicas, pois chamai em grego significa rasteira e rops, mato rasteiro; o designativo da espécie, humilis, é um termo que em latim tem o sentido próprio de baixo, pouco elevado.

Os usos tradicionais desta planta eram numerosos. Muitíssimo resistente a condições climáticas extremas, não sobrevive porém à destruição do seu habitat natural como parece já ter acontecido em França e em Malta.
.

1 comentário :

Robson Freire disse...

Chamaerops humilis - Arecaceae, no Brasil a temos em alguns parques públicos e em alguns jardins residenciais (na cidade de S. Paulo podemos vê-las).
Possuem porte razoavelmente avantajado (3 a 4 m de altura), hábito cespitoso, vigoroso, com inúmeros perfilhos concorrendo entre si.
Aqui é conhecida como "Palmeira-Leque-da-Europa" ou "Palmeira-do-Mediterrâneo", muito apreciada por ser a única espécie de Palmeira nativa da Europa.