24.9.04

Peras vingues

.




As folhas secas do Outono ainda não andam propriamente a bater-nos na cara, mas os frutos, esses, saltam aos olhos. E se possível para as mãos... Ou não fosse Setembro «um dos meses mais interessantes pela colheita dos frutos», como diz o Almanaque do Horticultor.
Estes, da fotografia, são umas belas peras de que desconheço o nome, bem guardadas num quintal de aldeia.
(foto: mdlramos -0409)

Quando se fala de fruta* usam-se palavras como madura, verde, fresca, saborosa, apanhar, descascar... e pouco mais; há no entanto uma série de vocábulos relacionados com frutos, em desuso, esquecidos nas páginas dos dicionários, ou ainda, quiçá, pronunciados pelas pessoas que com a fruta lidam. Eis uma amostra dos mais saborosos desses termos:

Alfar-se: diz-se de um fruto que se engelha e seca, apresentando alfas, manchas.
Apetar-se: começar a apodrecer.
Arejo: os frutos podem sofrer arejo, doença que os faz mirrar.
Agostinhos: frutos que amadurecem em Agosto.
Bichoco: diz-se do fruto que cria bichos.
Cala: abertura que se faz num fruto para ver se está maduro.
Destelar: cair (o fruto) da árvore, acidentalmente ou após a maturação.
Eiva: pequena mancha num fruto que começa a apodrecer.
Gelha: ruga própria de grãos e frutos.
Gigo: ramo de árvore com frutos.
Gulosa: vara, fendida numa extremidade com que se colhem os frutos da árvore.
Inconho: fruto que nasce unido a outro.
Limpar: ficar uma árvore com as flores reduzidas à parte que se transformará em fruto.
Mela: doença dos vegetais que os impede de crescer e torna chochos os seus frutos.
Outonos: frutos colhidos no outono.
Pedrar-se: diz-se da fruta que endurece.
Pruína: pó ciroso que cobre certos frutos também conhecido por polvilho.
Vingue: diz-se do fruto que atingiu a maturação.

No dicionário: *«Fruta s. f. os frutos comestíveis. (Do lat. fructa, neut. pl. de fructu-, "fruto", com troca de género)»
.

3 comentários :

Teixeira disse...

Interessantíssimo! Mas, já que o tema envolve dicionários, direi o seguinte: a primeira vogal do plural «pêras» está mesmo a pedir um acento circunflexo. Não é? Pois seria! Os gramáticos, porém, dizem que não, aquele acento está a mais no plural. É «pêra» e... «peras». Fui investigar e de facto é mesmo assim. Eu agora escrevo «peras» sem o acento mas... confesso, sempre muito contrariado!

manueladlramos disse...

Eu também, eu também... ;-)

Anónimo disse...

humm.. sao boas as peras !