1.3.05

E então as camélias?



Fotos: pva 0502

Claro que somos parte interessada, mas temos que admitir, por muito que isso custe à nossa esforçada isenção, que a visita de sábado ao Viveiro Municipal correu mesmo bem. Mais de sessenta pessoas vindas dos mais diversos pontos do país (Porto e Lisboa, pelo menos) ouviram o nosso entusiástico guia, Dr. João Gonçalves da Costa, dissertar sobre o nome científico de numerosas plantas e contar saborosas histórias a propósito de várias delas.

(Por falar em saborosa, eis uma dúvida acerca da infusão de folhas do Nerium oleander: a bebida é incontestavelmente venenosa, mas, se noutros tempos houve quem a ingerisse voluntariamente e sem intenções suicidas, é de admitir que seja agradável. Quem sabe se não seria esta a melhor bebida para concluir cada um dos inefáveis banquetes do Clube dos Anjos?)

A dada altura, alguns participantes da visita, correndo os olhos pelas plantas que ainda faltava explicar, não contiveram o nervosismo: e então as camélias? Acabámos por lá chegar, mas o nosso guia, e porque não há palavras que substituam o exercício de ver, evitou prudentemente sobrecarregar-nos de informação, optando por distribuir no início da visita um curto texto informativo sobre camélias.

Estas quatro fotos são um resumo possível do que vimos, e parte ínfima do que poderíamos ter visto. A cada olhar é dado ver coisas diferentes, como o desta visitante que viu a beleza perdurar fora do prazo.

3 comentários :

Torquato da Luz disse...

Aqui, na minha "aldeia" - a lisboeta Praça das Flores...-, há uma cameleira vermelha, simples, que está agora florida. "Namoro-a" todos os dias.

vitorsilva disse...

cheguei um bocado em cima de hora... só uma meia horita atrasado... também quem iria dizer que o viveiro municipal do porto ia ficar já gondomar :)
gostei da visita embora por vezes tivesse dificuldade em ouvir o nosso entusiasmante guia dadas as naturais conversas paralelas entre os participantes... claro que hás vezes ficava com aquela ideia de que... eerrr... não devia ter faltado aquela aula de biologia 1 onde se falava dos conceitos introdutórios das plantas/flores/árvores :D
anyway espero conseguir chegar a tempo da proxima visita.

Anónimo disse...

Que pena só ter lido este comentário hoje, 20 Out 05...
Gondomar????!!!!!!!!!!
Por favor, aprenda geografia. Os viveiros municipais do Porto sitam na Rua das Areias, no PORTO, numa zona de algumas características ainda rurais. O Porto não é só a Foz, a Baixa, a Boavista. São também amanheceres saudados por sinfonias de pássaros e odores vegetais, que inúmeras vezes me acordaram nos anos e anos em que morei em casa de meus pais, vizinhos deste horto municipal único. Obrigada ao dias-com-árvores por ajudar a divulgar este e outros lugares únicos num site que visito quase diariamente.
Elsa Vaz Vieira