25.11.05

"ACABOU. Já não há jardins!"

.



A destruição inqualificável do que restava da Avenida dos Aliados
24 de Novembro de 2005 -uma data "sizenta" que ficará nos anais da história da cidade

Fotos e mensagem recebidas nos ALIADOS a meio da noite:
«São 3 da manhã e não consigo ir dormir sem desabafar.
Como sou obrigado a passar a todo o tempo por a amada avenida, ao ver esventrá-la senti que de facto era a mim que o estavam a fazer; de máquina fotográfica em punho lá fui registando o prevísivel assassinato, tentando não me emocionar.
ACABOU. Já não há jardins.
Os portuenses do séc.XXI são masoquistas e sentem-se felizes a dizer mal. Estou mesmo a ver os partidos e figuras emblemáticas a criticar quando a obra estiver pronta, sem contudo nada terem feito antes.
Só o cromo do jornalista que escreveu uma crónica no JN em que dizia que daqui a 100 anos ninguém estará cá para criticar é que me fez rir. F.F.»

Podem ver mais fotos do crime aqui

8 comentários :

APOBO disse...

Tanto espaço para requalificar. Tantos edifícios degradados. Tantos jardins para construir e melhorar. Tanta obra importante por fazer na cidade do Porto (onde cerca de 20% das habitações do núcleo histórico continuam sem ter saneamento!!!). É, no mínimo lamentável que isto suceda. E mais nos pesa por serem nomes grandes da arquitectura que tanto apreciamos e admiramos que se deixam "embarcar" neste carrossel... (Provavelmente, depois, irão lá colocar umas caixas com rodas com uns "vasinhos" de flores, como fizeram na praça em frente à câmara da Maia...)
LAMENTÁVEL!

V.M. disse...

Assassinos. Criminosos.

manueladlramos disse...

Sem dúvida!
É o que os responsáveis desta obra realmente são. E nunca mais merecerão o nosso respeito.

(Publicado também n'A Baixa do Porto)

Anónimo disse...

É o modernismo que nos impõem. Em termos reais vivemos em autoritarismo democrático. Eles podem. Eles mandam. Eles destroem(-nos) tudo, porque nos desprezam. Eles, os importantes, os sábios, os qualificados... Do novo estádio de Braga também dizem que é o mais lindo do mundo. A mim, que moro perto, parece-me uma capoeira descomunal. Mas eles é que (dizem que) sabem. E como podem, podem.
José Batista, Braga

ed disse...

Para dar uma ajuda à causa. Linkei no absorto.
Abraços.

Anónimo disse...

Efectivamente inqualificável e estou como a APOBO, há uma total e completa falta de noção das prioridades e é particularmente lamentável (para mim, que já o disse, admiro muito a obra destes arquitectos) que estes nomes maiores da arquitectura estejam ligados a este desprojecto.
Um aparte, relativamente à opinião do José Batista -- convém não confundir o traseiro com as calças. Uma coisa são os Aliados, outra é o estádio do Braga. O primeiro está visto, o segundo é uma obra extraordinária.
Não acho admissível, a reboque desta bacorada, começar a ensaiar-se o fadinho do costume de denegrir o que é nosso, muito bom, ao nível do melhor que há neste Mundo.
Olhe para o país -- que está lindo como o Sol -- e diga-me quais são as obras realizadas por arquitectos. E depois falamos então de beleza e de gosto.
E também já o disse aqui, uma coisa são os arquitectos, outra os clientes e continua-se a confundir uma coisa com outra. O cliente tinha a obrigação de intervir e de à partida pedir um programa digno para aquela avenida. O resultado é péssimo, mas nas questões de trânsito, paragens e afins, deve estar rigorosamente de acordo com o que foi encomendado. Nem me passa pela cabeça que seja de outro modo. -- JRF

Cris(nuvemLiLas) disse...

Não, não acho que tenha a ver com modernismo, tanto a arquitectura moderna quanto o urbanismo não existem para entrar em conflito com o que já está construído. Vê-se o exemplo em várias cidades da Europa.
Nesse caso, acho que é a "conhecida" prepotência e arrogância de um ou vários. Normalmente sentem-se poderosos com uma simples caneta na mão. É absurdo, é lamentável!! dizer mais o quê?! Dói ver!!!

manueladlramos disse...

O JRF não vive neste mundo... se não lhe passa pela cabeça que nao foi dado nenhum programa aos arquitectos!
Siga o link Providências cautelares contra o IPPAR e a METRO
enviadas para o Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto
e tire as suas conclusões...
Os jardins nesta altura ainda nao tinham acabado mesmo... Agora é que apenas resta o canteiro à volta das magnólias que não devem durar muito dado o avanço das obras.