28.5.07

"Every breath you take..."

.
Se me pedissem para escolher uma árvore, uma apenas, a que mais me importa e a de que mais gosto, não hesitava, claro. É este liquidâmbar que vi crescer e me entra por assim dizer pela casa, agora que subiu e ultrapassou a altura do terceiro andar onde vivo. Gosto dele de todas as maneiras, em todas as estações, em todas as alturas do dia e da noite: com folhas e sem elas, ao sol, à chuva e em dias de ventania. Sim, gosto particularmente dele quando o vento o envolve e o balanceia, fazendo-o ramalhar (YouTube) .

Ultimamente, não me sai da cabeça a canção do Sting e ando a tentar adaptar-lhe a letra. Não é muito original e fica até um pouco ridículo. But who cares? Não foi o poeta que disse que todas as canções de amor são ridículas (ou qualquer coisa do género)?

Every leaf you take
Every move you make
Every branch you break
Every colour you take
I'll be watching you

Every single day
...
Fotos: Quanto cresce uma árvore em vinte anos? Primavera 1986; Outono 2003; Inverno 2004; Primavera 2005

É com este post que, seguindo a sugestão do Jardinando sem parar resolvi participar na 12ª edição do The Festival of the Trees , este mês acolhida pelo arboreality.

5 comentários :

Ver disse...

É tão bom quando nos cresce uma árvore! A minha preferida também me foi entrando assim devagarinho na vida.

Jardinando disse...

...e com que post! muito, muito bonito. E com música (é como se a estivessemos a ouvir), com o tempo (é como se o vissemos a passar) e com a percepção clara de como as árvores são importantes, perto das casas (e de nós).

Pedro n. t. santos disse...

A mim já me "roubaram" demasiadas árvores...às vezes cansa! Entre os fogos do Verão e as "podas" de Inverno, há sempre uma angústia e uma "espada" sobre todas as árvores da nossa vida...

Não tinha que ser assim; talvez um dia não seja assim.

bettips disse...

A roda das crianças, a roda do tempo na pequena árvore...poético.
A letra da canção fica aqui tão bem! Eu também sei que quando vem a Primavera, deixo de ver a rua e fico atrás da cortina verde. Irei espreitar... Abç

Anónimo disse...

Más noticias, esta árvore estava a estragar as fundações dos prédios e teve de ser abatida em Setembro de 2010.
Era lindíssima.
Quando se planta uma árvore tem de se pensar o melhor local, dependendo do seu suposto porte.