30.10.04

Árvores do Jardim do Carregal #1


Fotos: pva 0410 - Pseudotsuga no Jardim do Carregal

O Jardim do Carregal, um dos mais maltratados numa cidade que nos últimos anos declarou guerra de morte aos seus jardins, guarda, apesar da sua diminuta área, uma preciosa e diversificada colecção de coníferas de que não conhecemos paralelo em jardins públicos portugueses.

Pode ser que o conhecimento de um tal património ajude quem nos governa a compreender a urgência de recuperar este histórico jardim (inaugurado em 1897): é pelo menos essa uma das motivações para aqui iniciarmos uma série sobre algumas das suas notáveis árvores.

A nossa árvore inaugural é uma Pseudotsuga menziensii, espécie algo rara em jardins. No Porto há mais alguns exemplares - por exemplo no jardim do bairro social à face da Rua de Gonçalo Sampaio, no Jardim da Arca d'Água e no jardim da Comissão de Coordenação da Região Norte, estes últimos de porte e idade consideráveis - mas o do Carregal é talvez o mais esbelto. No resto do país, e segundo Ernesto Goes no livro Árvores Monumentais de Portugal, há dois povoamentos importantes de Pseudotsugas, na Serra da Estrela (Manteigas) e na Serra da Padrela (Vila Pouca de Aguiar).

Esta conífera da família Pinaceae é originária da costa oeste dos EUA e do Canadá, e atinge comummente, no seu estado natural, alturas superiores a 70 metros. É semelhante a um abeto, mas tem uma copa mais irregular e as suas pinhas são inconfundíves, com umas línguas de três pontas a emergirem por entre as escamas.

Sem comentários :